Aquilo que sobe,aquilo que desce

 

E aí,boas?

 

Muito bem,no meio destes dias chuvosos e extremamente frios,venho com um assunto consequentemente assim,da mesma forma.Pelo menos me sinto assim pra falar disso.Imagino que vocês tenham reparado,não somente aqui mas em outras cidades do Brasil sobre a especulação imobilária.Vocês vendo um monte de prédios uns ao lado dos outros seja um sinal dos mais óbvios.Cada lugar vem sido mais e mais demarcado(claro,os mais privilegiados geograficamente).

 

Desde a revolução industrial,a procura por espaços cada vez maiores tem sido feita de forma mais acirrada,e evidentemente isso ia acabar com o crescimento das cidades,a partir do momento em que as pessoas se dirigiam até as cidades ainda em expansão em busca de melhores oportunidades de vida.O fato de mais pessoas chegarem as cidades originou novas formas de se colocar estas mesmas,criando assim espaços mais compactos,os prédios.E essas necessidades vão cada vez mais sendo requisitadas.Para isso se aumentam os prédios,ou se fazem mais e mais prédios,tudo para acumular pessoas.Se essas pessoas estão contentes ou não,isso veremos depois,mas de alguma forma elas estão.Afinal,é algo novo,interessante,bonito,vistoso,que chama atenção.E a partir disso passa pra frente a idéia para outras pessoas virem e gostarem.

 

O que mais me preocupa nessa revolução toda é o fato de as imobiliárias principalmente estarem de olho em prédios históricos,além de estacionamentos e outros terrenos desocupados,principalmente nos centros dos grandes centros.E muitas vezes não se preocupam com o que está sendo ocupado no momento,independente do negocio ser x ou y.Também os donos dos imóveis tem culpa,pois o que querem é valorização rápida em cima do terreno para depois vende-lo.Talvez o que ajude na “manutenção” do espaço seja o fato de que os terrenos,principalmente nos centros estejam bem escassos,o que faz aumentar ainda mais o preço destes e também o interesse.Isso faz com que se pense duas vezes antes de se vender.

 

Apesar de tudo isso,tem que se deixar valer o trabalho que é feito por algumas prefeituras no que diz respeito a conservação dos prédios,em especial feitos por motivos de preservação histórica,através do IPHAN(Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).É por ele que se tem o objetivo de preservar e cuidar do patrimônio histórico como um todo,e por ele que se pretende que as construções fiquem em pé e sejam restauradas.E alguns bons trabalhos,como o Cores da Cidade,feito em parceria com a Coral e desenvolvido junto a prefeitura de Curitiba,só pra dar um exemplo ajudam muito nisso.

 

Também compreendo que a cidade precisa crescer,gerar empregos,essa coisa toda.Só que acho que poderia ser levado mais com carinho essa questão,até porque é um valor incalculável que existe e está em jogo,junto com todo o resto do mercado,inclusive.Não vejo um porque de não se manter,até porque se atrai turistas,se movimenta economias de cidades,há um incremento de toda a cadeia produtiva.Enfim,motivos não faltam para tal coisa,e assim espero que tenhamos uma boa coisa nesse sentido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s