Como um filme ruim pode ser realmente ruim?


É,essa a pergunta que você deve ser perguntar para mim,caro leitor.Como um filme ruim pode ser ruim?Tão simples quanto parece.E também pode parecer simples responder essa pergunta.Porque você lê em algum lugar que tal filme é bom,e vai assistir.E pode gostar.Ou você vai no cinema porque tem um filme lá que achou legal com a tua cara e foi ver.E não gostou do que viu.Já que gostos são muito subjetivos,então o negocio realmente complica.Também temos o fato de que como esses gostos são diferentes entre si,achar um foco que não seja o gênero,que ajuda a classificar um filme para determinado publico não fracasse.Enfim,voltamos a tese em si:porque um filme ruim pode ser realmente ruim?

Pensei nisso algumas vezes,mas me deu uma luz quando vi a coluna do andré barcinski,na folha de s.paulo,falando do filme Professora Sem Classe,que estreou não faz nem uma semana e tem a Cameron Diaz(diliça)e o Justin Timberlake.O filme fala de uma professora trambiqueira que perde o marido milionário e pretende dar um jeito de conseguir dinheiro para a sua operação plástica nos seios,e o faz por todos os meios possíveis.É nisso que o filme se desenrola,com Justin fazendo papel de um professor de família rica,o qual se envolve com Cameron,por interesses é claro.Barcinski falou em sua reportagem que o filme não faz o menor sentido e que se lança de clichês encontrados em filmes como porky’s e Clube dos Cafajestes.E que só faz sentido como filme a partir deles.

http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/964106-barcinski-professora-sem-classe-e-amontoado-de-piadas-mofadas.shtml

Analisando sobre essa perspectiva,isso depois de ver o filme posso afirmar também que é isso mesmo,apesar de ter visto e ter gostado,mas nunca pensado dessa forma.Até porque fui lá mais na proposta de me divertir e não de analisar.Isso será mais corrente a partir de agora no blog,dentre outros assuntos.Mas no caso não achei isso de cara,e também não levei em conta que a sala estava lotada na hora da película,no sentido de influência.Enfim,confesso que não teve peso na hora de uma avaliação.

É impossível de algum jeito não ter uma avaliação,porque você invariavelmente vai achar algo de um filme.Se vai gostar ou não do filme,depende de você,claro.Gosto também é uma coisa muito subjetiva,apesar de que alguns são melhores do que outros e que se tem o bom senso para ajudar a linear as coisas.Mas,pensemos juntos,será que gosto se discute assim?Gosto se nasce?Gosto se cria?Gosto se reproduz? Gosto também morre?(risos).Enfim,o que deve importar é a capacidade que nos temos de julgar as coisas conforme algum tipo de lei.Contanto que fiquemos satisfeitos e que não nos possam julgar(apesar de que é o que acontece normalmente),o filme ou qualquer coisa manifestação é válida.

Acredito que dê para aprofundarmos esse assunto,visto que temos muitas possibilidades em mente.Também acredito que poderemos fazer várias teses sobre o tema,por mais que em algo seja inócua a coisa.Enfim,gosto é gosto e se discute?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s